Por Favor aguarde...
 
 

Neste momento, está a fazer Dieta?

Ver Resultados

Diabetes

Diabetes

A Diabetes é uma doença crónica, caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue. À quantidade de glucose no sangue, chama-se glicemia e a este aumento dá-se o nome de hiperglicemia.


A Diabetes é bastante frequente em Portugal e a sua frequência aumenta muito com a idade, atingindo ambos os géneros. Calcula-se que em Portugal existam 983 mil pessoas com a doença.



Por que surge?


A Diabetes é uma doença que resulta de uma deficiente capacidade de utilização pelo nosso organismo da nossa principal fonte de energia: a glucose.


Muitos dos alimentos que ingerimos são transformados em glucose no nosso aparelho digestivo. Ela resulta da digestão e transformação dos amidos e dos açúcares da nossa alimentação. Depois de absorvida, entra na circulação sanguínea e está disponível para as células a utilizarem.


Para que a glucose possa ser utilizada como fonte de energia, é necessária a insulina.


A hiperglicemia (açúcar elevado no sangue), que existe na Diabetes, deve-se em alguns casos à insuficiente produção da insulina e, noutros à insuficiente acção da insulina. A combinação destes dois factores também é muito frequente.


Quem está mais propenso a contrair a doença?


Há grupos de risco com fortes probabilidades de se tornarem diabéticos:

 •    Pessoas com familiares directos com diabetes;
•    Homens e mulheres obesos;
•    Homens e mulheres com tensão arterial alta ou níveis elevados de colesterol no sangue;
•    Mulheres que contraíram a diabetes gestacional na gravidez;
•    Crianças com peso igual ou superior a quatro quilogramas à nascença;
•    Doentes com problemas no pâncreas ou com doenças endócrinas.

Diabetes Tipo I


Diabetes Tipo I, também conhecida como Diabetes Insulino-Dependente, é mais rara e atinge na maioria das vezes crianças e jovens, podendo aparecer em adultos e idosos.
Este tipo de diabetes, resulta do facto das células do pâncreas deixarem de produzir insulina, pois existe uma destruição maciça destas células produtoras de insulina. A Diabetes Insulino-Dependente não está directamente relacionada com hábitos de vida ou de alimentação errados, ao contrário do que acontece na diabetes Tipo 2.

Sintomas nas crianças e nos jovens


A diabetes do Tipo 1 está quase sempre associados a crianças e jovens e aparecem subitamente, sendo os sintomas muito nítidos:
•    Urinar muito
•    Ter muita sede
•    Emagrecer rapidamente
•    Grande fadiga com dores musculares
•    Dores de cabeça, náuseas e vómitos


O que é a Diabetes Tipo II? 


Diabetes Tipo 2, também conhecida como Diabetes Não-Insulino Dependente, ocorre em indivíduos que herdaram uma tendência para a Diabetes (têm, frequentemente, um familiar próximo com a doença: pais, tios, ou avós) e que, devido a hábitos de vida e de alimentação errados, vêm a sofrer de Diabetes quando atingem a idade adulta.


Na Diabetes Tipo 2, o pâncreas é capaz de produzir insulina. Contudo, a alimentação incorrecta e a vida sedentária, tornam o organismo resistente à acção da insulina (insulinorresistência), obrigando o pâncreas a trabalhar mais, até que a insulina que produz deixa de ser suficiente. Nessa altura surge a Diabetes.

Os diabéticos Tipo 2 têm quase sempre peso excessivo e, em alguns casos, são mesmo obesos. Fazem pouco exercício físico e consomem calorias e gorduras em excesso, para aquilo que o organismo gasta na actividade física. Têm, com frequência, a tensão arterial elevada (hipertensão arterial) e por vezes “gorduras” (colesterol ou triglicéridos) a mais no sangue (hiperlipidemia).

Sintomas do adulto:


A grande maioria dos adultos com Diabetes, após os 35 anos, são do Tipo 2. No adulto, é habitual a diabetes não dar sintomas no seu início e, por isso, pode passar despercebida durante anos. Os sintomas só aparecem quando a glicemia está muito elevada e, habitualmente, de modo mais lento que na criança ou jovem.


Contudo, o açúcar elevado vai provocando os seus estragos mesmo sem se dar por isso. E é essa a razão pela qual, às vezes, já podem existir complicações quando se descobre a Diabetes.

Como se trata?

 

O primeiro passo no tratamento da diabetes Tipo 2 é o mais importante e depende exclusivamente da pessoa com diabetes. Implica uma alteração naquilo que come, e quando come, e na actividade física que faz diariamente. Muitas vezes, este primeiro passo é o suficiente para manter a diabetes controlada (pelo menos durante algum tempo).


Quando a diabetes não está controlada, é necessário fazer o tratamento com comprimidos e, em certos casos, utilizar insulina.



  • Deixar de fumar

    Com a lei do tabaco que entrou em vigor no dia 1 de Janeiro, muitos optaram já por deixar de fumar . Esta lei foi talvez, o empurrão necessário para fazer uma coisa que muitos sabem ser benéfico para a sua saúde, sobretudo se

  • Depressão: Sintomas e Prevenção

    A Depressão está entre as doenças que mais matam a nível mundial.

    A depressão é uma doença que tem custos bastante elevados ao nível pessoal e social e é considerada um problema de saúde pública.

    Saiba mais sobre a doença que afecta pessoa de todas as idades e, no seu auge, pode conduzir ao suicídio.


  • Conheça a bactéria E.coli

    O que é? É uma das mais comuns e antigas bactérias simbiontes do homem que vive nos intestinos dos animais e dos humanos. A maioria das estirpes é inofensiva, mas algumas produzem toxinas que causam dores abdominais agudas e diarreia. É o

  • Lifestyle

    Mudar o seu estilo de vida e as suas rotinas não é tarefa fácil. Por vezes não adoptamos a melhor estratégia, ou simplesmente não sabemos qual a melhor maneira de concretizar os nossos desejos. O tempo passa e os planos que inicialmente

  • Suplementos: Tudo o que precisa saber

    Está a pensar tomar suplementos, mas tem dúvidas? Saiba se a sua alimentação é a mais adequada e se deve ou não complementá-la com suplementos.

  • Celulite

    Quando se fala em celulite, o normal é pensarmos em «pele casca de laranja» nas zonas do corpo humano com mais tendência para acumular gordura. A celulite afecta cerca de 80% das mulheres e é um problema cada vez mais visível, cauda dos aos

  • Exercício Físico

    A actividade física é muito importante, não só para o aspecto visual do seu corpo, como para a sua saúde. Conheça os vários exercícios físicos que pode fazer em casa, na rua, ou no ginásio para se manter em forma e saudável durante todo o ano:


 
Votar
 

 
comments powered by Disqus