Por Favor aguarde...
 
 

Neste momento, está a fazer Dieta?

Ver Resultados

Enfarte pode ser pior se sentir medo de morrer

Enfarte pode ser pior se sentir medo de morrer

Num estudo publicado no "European Heart Journal", as pessoas que sentem muito medo de morrer durante um enfarte do miocárdio e nos dias seguintes, parecem apresentar uma maior inflamação, um indicador que anuncia mais problemas de saúde que os pacientes que não sentem medo.









 Durante um período de 18 meses, os investigadores avaliaram, para o estudo, um total de 208 pacientes do Hospital St.George, em Londres, com síndrome coronário agudo (obstrução das artérias coronárias).


Enquanto estiveram hospitalizados, todos os pacientes foram questionados sobre o seu medo da morte. Ao mesmo tempo, os cientistas também mediram os níveis sanguíneos do factor de necrose tumoral (TNF), que desencadeia a inflamação.


Um em cada cinco pacientes relataram sentir ansiedade extrema e medo da morte, enquanto dois terços disseram ter reacções emocionais mais moderadas. O estudo verificou que as pessoas mais jovens, pobres e solteiras eram mais propensas a ter reacções intensas.


Contudo, num comunicado enviado à imprensa, a especialista em cardiologia preventiva do Lenox Hill Hospital, EUA, Suzanne Steinbaum, refere que este “estudo mostra que quando os pacientes têm muito medo a inflamação aumenta e diminui a variabilidade dos batimentos cardíacos, que podem levar a maus resultados. Por isso, devem ser abordados não só os problemas físicos mas também mentais.





  • Plano de verão 2011 no Algarve

  • Morte fetal prematura

    A posição em que as mães dormem durante a gravidez é o factor mais determinante das mortes fetais prematuras.

  • Risco de contaminação pela terra

    Terra contaminada pode originar toxocaríase ocular, segundo um inquérito realizado por oftalmologistas americanos publicado na "Morbidity and Mortality Report".




  • Deixar de fumar e tendência para engordar

    Deixar de fumar, engorda, dada a sua ligação com a redução do apetite. Estes dados podem levar ao desenvolvimento de novos fármacos para evitar que ex-fumadores engordem.




  • Dormir pouco reduz níveis de testosterona

    De acordo com um estudo da Universidade de Chicago, EUA, publicado no "Journal of American Medical Association", dormir menos de cinco horas por noite reduz drasticamente os níveis de testosterona de um homem jovem e saudável.


  • E.coli: Afinal, é mortal?

    A Organização Mundial de Saúde anuncia tratar-se de uma nova estirpe nunca antes detectada. Portugal é um país com baixo risco para a infecção pela bactéria E-coli, mas a OMS mantém-se preocupada e atenta à situação. A bactéria que já causou mortos na Alemanha, está agora presente nos pepinos vendidos em Portugal.



  • Uma ameaça à fertilidade masculina!

    Um estudo da Queen's University, no Canadá, sugere que para os homens que estão a tentar conceber e têm uma pobre qualidade de esperma, devem limitar o uso do telemóvel.



Notícias por mês:  
 
Votar

 
comments powered by Disqus